ÁFRICA/SUDÃO DO SUL - Três mil desalojados em uma igreja depois de um confronto pelo assassinato de dois generais do SPLA

Terça, 11 Abril 2017 grupos armados   deslocados  

Juba (Agência Fides) – Dois generais do exército sul-sudanês (SPLA) foram mortos domingo, 9 de abril, em Wau, noroeste do Sudão do Sul. São o brigadeiro general Peter Par, chefe das operações na área, e do chefe da logística, Abraham Bol Chut Dhuol. Os dois oficiais morreram em um atentado quando retornavam a Wau. No atentado, perderam a vida também 12 militares da escolta. No dia seguinte, eclodiram em Wau combates que, segundo a ONU, provocaram a morte de 16 civis e o ferimento de outros 10.
Os civis em fuga se refugiaram nas igrejas, segundo a ONU, pelo menos 3 mil refugiados, em maioria mulheres e crianças, foram acolhidos em uma única igreja, enquanto 84 procuraram abrigo em uma estrutura criada pelas Nações Unidas especialmente para proteger civis.
Há tempos, Wau está no centro de atritos entre as tropas fiéis ao Presidente Salva Kiir e as do ex Vice- Presidente Riek Machar (veja Fides 7/2/2017). (L.M.) (Agência Fides 11/4/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network