Fides News Portuguêshttp://fides.org/As notícias da Agência Fidesen-usAMÉRICA/EL SALVADOR – Nenhuma negociação com os esquadrões no plano de segurança nacionalhttp://fides.org/pt/news/40451-AMERICA_EL_SALVADOR_Nenhuma_negociacao_com_os_esquadroes_no_plano_de_seguranca_nacionalhttp://fides.org/pt/news/40451-AMERICA_EL_SALVADOR_Nenhuma_negociacao_com_os_esquadroes_no_plano_de_seguranca_nacionalSão Salvador – O Conselho Nacional de Segurança Urbana decidiu, em 30 de julho, por unanimidade, que exclui qualquer negociação com os esquadrões, e que se empenha em prosseguir na atuação do plano baseado na estratégia "El Salvador Seguro". É o que informa, em nota enviada à Fides, Hato Hasbún, comissário presidencial para a segurança. A postura foi ratificada pelo bispo auxiliar de São Salvador, Dom Gregorio Rosa Chavez, como representante da Igreja católica.<br />O responsável do governo disse que uma possibilidade para financiar o plano é o imposto para a segurança. Assim, o conselho deve se reunir novamente no dia 10 de agosto para definir o mecanismo de obtenção de recursos.<br />Participou da reunião do conselho também o Corpo Diplomático. “Vemos que existe interesse internacional para financiar o plano "El Salvador Seguro", assinalou Dom Rosa Chavez, como um dos resultados da sessão do conselho.<br /> Sat, 01 Aug 2015 10:06:21 +0200AMÉRICA/EQUADOR – O altar do Papa transformado em igreja paroquialhttp://fides.org/pt/news/40450-AMERICA_EQUADOR_O_altar_do_Papa_transformado_em_igreja_paroquialhttp://fides.org/pt/news/40450-AMERICA_EQUADOR_O_altar_do_Papa_transformado_em_igreja_paroquialGuayaquil – Com a infraestrutura utilizada pelo Papa para celebrar a missa durante a sua visita pastoral a Guayaquil, a Arquidiocese de Guayaquil formará uma igreja paroquial para o serviço religioso dos dois bairros do “Plano Casa” da área criada pelo governo há cinco anos.<br />A nova igreja católica será erguida em um terreno de 5.500 m2. O terreno é situado em uma área adjacente à condutora de gás Monteverde-El Chorrillo, que divide o “Plano Casa” em dois bairros.<br />É o que assinala a nota recebida pela Fides da empresa Klaere Construcciones, que está removendo a infraestrutura usada pelo Papa para colocá-la sobre os alicerces reforçados e definitivos, no novo destino.<br />Segundo a Arquidiocese, o novo templo vai conservar seu design original, para manter viva e “à vista” a memória da visita do Papa Francisco à cidade.<br /> Sat, 01 Aug 2015 10:06:06 +0200ÁSIA/NEPAL – Depois do terremoto piora a situação dos casamentos precoces: duas meninas a cada cinco se casam antes de completar 18 anoshttp://fides.org/pt/news/40449-ASIA_NEPAL_Depois_do_terremoto_piora_a_situacao_dos_casamentos_precoces_duas_meninas_a_cada_cinco_se_casam_antes_de_completar_18_anoshttp://fides.org/pt/news/40449-ASIA_NEPAL_Depois_do_terremoto_piora_a_situacao_dos_casamentos_precoces_duas_meninas_a_cada_cinco_se_casam_antes_de_completar_18_anosKathmandu – Um alerta da Ong Plan Internacional, três meses depois do terremoto, sobre o risco de um aumento do tráfico de casamentos precoces. De fato, no Nepal duas meninas a cada cinco se casam antes de completar 18 anos. Num comunicado a Ong declara que o sismo piorou a situação já precária dos sistemas hídricos e sanitários, e com a chegada das monções aumentou também o risco de contrair doenças como diarreias, resfriados e pneumonia. Para tutelar os menores a Ong está também comprometida na construção de centros escolares provisórios para fazê-los voltar à escola o quanto antes e recomeçar a sua instrução além de oferecer-lhes um lugar seguro onde prevenir problemas como o tráfico. As intervenções da Plan Internacional se concentraram nos distritos de Sindulpalchowk e Dolakha, o mais atingido pelo sismo. As ajudas chegaram também ao vale de Kathmandu, Sindhuli e Makwanpur. Sat, 01 Aug 2015 10:05:50 +0200ÁFRICA/ÁFRICA DO SUL - Da Venezuela material escolar para crianças sul-africanashttp://fides.org/pt/news/40448-AFRICA_AFRICA_DO_SUL_Da_Venezuela_material_escolar_para_criancas_sul_africanashttp://fides.org/pt/news/40448-AFRICA_AFRICA_DO_SUL_Da_Venezuela_material_escolar_para_criancas_sul_africanasBela Bela – Graças à iniciativa organizada pela Embaixada da Venezuela na África do Sul, centenas de crianças da escola de ensino fundamental Heleketani, Província de Limpopo, receberão material escolar. A iniciativa faz parte das atividades da “Semana de Libertadores” que irá patrocinar uma escola no território sul-africano. O instituto, que se encontra na cidade de Bela Bela, distrito de Waterberg, é frequentado por alunos das camadas sociais mais pobres. Numa coletiva de imprensa local, o Embaixador Mairin Moreno explicou que a semana quer também prestar homenagem ao líder sul-africano Nelson Mandela. “O material escolar é somente uma pequena contribuição para as crianças dessa escola”, acrescentou o embaixador. A Heleketani Primary School é uma escola pública fundada em 1995. A equipe de professores é formada por 31 docentes que dão aulas para 105 crianças de 5 a 13 anos, divididas em 21 salas de aula. Em Bela Bela, situada a 110 quilômetros ao norte de Pretória, além das matérias literárias e científicas os estudantes aprendem as línguas sepedi, setswana, xitsonga e i inglês. Sat, 01 Aug 2015 10:05:29 +0200AMÉRICA/COLÔMBIA – Dia contra o tráfico de seres humanos: ainda crianças-soldado nas FARChttp://fides.org/pt/news/40447-AMERICA_COLOMBIA_Dia_contra_o_trafico_de_seres_humanos_ainda_criancas_soldado_nas_FARChttp://fides.org/pt/news/40447-AMERICA_COLOMBIA_Dia_contra_o_trafico_de_seres_humanos_ainda_criancas_soldado_nas_FARCBogotá – “Tudo isso deve ser denunciado porque faz parte das coisas que devemos fazer. A outra parte é a luta para combater este problema, porque existe também uma espécie de proteção mascarada desses crimes, pelas mesmas pessoas que administram os estados, os governos numa maneira ou na outra conseguem colocá-los ao seu lado, aquela proteção camuflada do mercado ilegal de seres humanos é difícil combater.” Foi o que disse o Arcebispo de Tunja e Presidente da Conferência Episcopal da Colômbia, Dom Luis Augusto Castro Quiroga. <br />Dom Castro Quiroga falou ontem na coletiva de imprensa sobre o Dia contra o tráfico de seres humanos na Colômbia, celebrado no dia 30 de julho. <br />O bispo falou também sobre a triste situação colombiana: “uma realidade: o recrutamento de crianças para guerrear da parte das FARC, que agora são conscientes do dano causado, que não tomou a decisão convencedora de dizer não às crianças presentes em seus grupos de guerrilheiros. Este grupo deve chegar a esta decisão, caso contrário o dano que está fazendo será muito grande”.<br />Em seu pronunciamento, o vice-ministro o interior, Carlos Ferro Solanilla, reiterou o compromisso e a responsabilidade do Estado de continuar buscando intrumentos para ter políticas públicas para mostrar este problema, não somente no âmbito nacional mas também regional. <br />Irmã vicentina Genoveva Nieto, responsável pela iniciativa que tem o objetivo de prevenir o tráfico de pessoas, recordou que a igreja e os religiosos trabalham intensamente para ajudar essas pessoas que foram vítimas da exploração. Ela também indicou que existem atualmente 22 redes nacionais e continentais presentes em 197 países, “apostando tudo neste trabalho a fim de que cada vez tenha uma vítima a menos”. Fri, 31 Jul 2015 09:23:10 +0200ÁFRICA/ETIÓPIA - “Print your Future”: escola de Artes Gráficas para os jovens particularmente vulneráveishttp://fides.org/pt/news/40446-AFRICA_ETIOPIA_Print_your_Future_escola_de_Artes_Graficas_para_os_jovens_particularmente_vulneraveishttp://fides.org/pt/news/40446-AFRICA_ETIOPIA_Print_your_Future_escola_de_Artes_Graficas_para_os_jovens_particularmente_vulneraveisMekanissa – No início de junho de 2015, tiveram início os trabalhos para a realização do novo edifício para a escola de Artes Gráficas em Mekanissa, bairro da periferia de Adis Abeba. O projeto “Print your future: desenvolvimento do setor gráfico e tipográfico na Etiópia” quer oferecer aos jovens da capital oportunidades novas de trabalho altamente qualificado num dos setores emergentes no país, gráfica e imprensa. <br />Segundo informações do ANS, se trata da primeira escola desse tipo na Etiópia. A formação dos agentes e o local em que será construído o Departamento de Artes Gráficas e Tipografia será a escola salesiana de Mekanissa. O projeto é promovido pela Ong Voluntariado Internacional para o Desenvolvimento e Voluntariado Internacional Mulher, Educação e Desenvolvimento com a contribuição da Cooperação Italiana. Prevê não somente a construção e o equipamento do departamento, mas também a ativação de cursos formais e não, incluindo como destinatários privilegiados da formação os garotos particularmente vulneráveis: trabalhadores do setor informal, meninos de rua, e em geral os que ficaram excluídos do ciclo educacional formal. Fri, 31 Jul 2015 09:22:38 +0200ÁFRICA – Cerca de 10 mil crianças afetadas por deformações congênitas que prejudicam seu desenvolvimento e sobrevivênciahttp://fides.org/pt/news/40445-AFRICA_Cerca_de_10_mil_criancas_afetadas_por_deformacoes_congenitas_que_prejudicam_seu_desenvolvimento_e_sobrevivenciahttp://fides.org/pt/news/40445-AFRICA_Cerca_de_10_mil_criancas_afetadas_por_deformacoes_congenitas_que_prejudicam_seu_desenvolvimento_e_sobrevivenciaMaputo – Todos os anos, nos Estados da África oriental nascem cerca de 10 mil crianças com lábio leporino e má formação no palato, deformações congênitas que podem prejudicar o desenvolvimento dos menores. Segundo a ong internacional African Medical and Research Foundation, este tipo de deformação emerge durante a gravidez e está associado a fatores genéticos. As crianças não só têm dificuldade para comer, beber, falar, ouvir ou respirar corretamente, mas são consideradas como um tabu ou um castigo por alguma malvadeza cometida por um antepassado e, com muita frequência, são mantidas escondidas, ou abandonadas ou mortas. Essas deformações podem dificultar a amamentação, com a consequente dificuldade de sobrevivência e de um crescimento equilibrado. Para evitar que esses problemas interfiram no desenvolvimento, as crianças devem ser submetidas a cirurgias nos primeiros meses de vida e, de preferência, até os primeiros dois anos. Somente deste modo se poderá garantir que o menor poderá falar corretamente e não terá nenhum problema de audição ou de alimentação. Infelizmente, a maioria das crianças atingidas não tem a possibilidade de acesso a este tipo de cirurgia que dura somente 45 minutos. Fri, 31 Jul 2015 09:22:18 +0200ÁFRICA/RD CONGO - “Diálogo sim, mas com respeito da lei”, a Igreja sobre o diálogo políticohttp://fides.org/pt/news/40444-AFRICA_RD_CONGO_Dialogo_sim_mas_com_respeito_da_lei_a_Igreja_sobre_o_dialogo_politicohttp://fides.org/pt/news/40444-AFRICA_RD_CONGO_Dialogo_sim_mas_com_respeito_da_lei_a_Igreja_sobre_o_dialogo_politicoKinshasa – "O diálogo é considerado o princípio construtor da democracia e da nação", assim disse na terça-feira, 28 de julho, o Secretário-Geral da Conferência Episcopal Nacional do Congo , padre Leonard Santedi. Ele se pronunciou num debate organizado pela CENCO.<br />Participaram políticos da Maioria Presidencial , da oposição, da sociedade civil e um grupo de analistas que discutiram as metas para o diálogo político na República Democrática do Congo em vista das próximas eleições e da sessão extraordinária do Parlamento.<br />Para o padre Leonard Santedi, a Igreja Católica não se opõe à ideia do diálogo, mas insiste no respeito da Constituição. “Diálogo sim, mas com respeito pela lei fundamental”, disse.<br />A Constituição congolesa prevê prazos para a eleição do Presidente da República, o número e a duração do seu mandato.<br />Estava presente neste encontro o professor Philippe Biyoya, analista político, que disse que o diálogo é o próprio princípio da vida comunitária.<br />"O dialogo é entendido como princípio ativo de todas as sociedades. É o que cura a harmonia social", disse André Alain Atundu, comunicador do Partido do governo.<br />Esta opinião, porém, não foi compartilhada pelo membro da oposição, Franck Diongo. Ele considera que o diálogo "no contexto atual é uma fraude. É uma armadilha".<br />A Igreja Católica reiterou a sua posição sobre o diálogo nacional promovido pelo Presidente Joseph Kabila, que “deve acontecer no respeito absoluto do quadro constitucional e institucional em vigor”. Ou seja, sem que se chegue a uma mudança constitucional para permitir ao atual Presidente de apresentar-se às eleições para obter um terceiro mandato Fri, 31 Jul 2015 09:21:27 +0200AMÉRICA/COLÔMBIA - Nova versão em espanhol do Novo Testamentohttp://fides.org/pt/news/40443-AMERICA_COLOMBIA_Nova_versao_em_espanhol_do_Novo_Testamentohttp://fides.org/pt/news/40443-AMERICA_COLOMBIA_Nova_versao_em_espanhol_do_Novo_TestamentoBogotá – Os católicos nos países de língua espanhola podem contar agora com uma versão atualizada do Novo Testamento. Foi o que anunciou o Conselho Episcopal Latino-americano <br /> na última segunda-feira, em Bogotá.<br />Por ocasião da apresentação oficial da nova edição do Novo Testamento, na segunda-feira passada, que foi traduzida do hebraico e aramaico em castelhano para especialistas latino-americanos da Escola Bíblica do CELAM, Dom Santiago Jaime Silva Retamales, bispo castrense do Chile e diretor dos trabalhos disse: “A língua é uma coisa viva e as coisas se dizem de maneira diferente com o passar do tempo. Ao mesmo tempo, a ciência bíblica cresce com os estudos. Esta mudança, seja de linguagem seja de conhecimento deve ser traduzida no ritmo da evolução das necessidades da Igreja”.<br />Um dos aspectos mais importantes neste trabalho são as explicações, com citações e comentos que dão uma contribuição fundamental para a obra da evangelização realizado nas igrejas. Thu, 30 Jul 2015 09:09:44 +0200ÁSIA/NEPAL – Meses após o terremoto, ainda é necessária muita ajudahttp://fides.org/pt/news/40442-ASIA_NEPAL_Meses_apos_o_terremoto_ainda_e_necessaria_muita_ajudahttp://fides.org/pt/news/40442-ASIA_NEPAL_Meses_apos_o_terremoto_ainda_e_necessaria_muita_ajudaKathmandu – Não obstante a situação humanitária tenha melhorado um pouco nos últimos três meses, milhares de crianças ainda precisam de abrigo, comida, água, assistência médica, educação e proteção. Estas crianças continuam vivendo em áreas de alto risco de inundações e deslizamentos de terra. Desde o primeiro terremoto, foram diagnosticadas mais de 10 mil crianças com desnutrição aguda. Desse número mais de mil sofrem de forma grave. São centenas ainda as crianças que não têm pais ou tutores, 900 mil as casas danificadas ou destruídas junto com 32 mil salas de aula. Atualmente, quase três milhões de pessoas dependem de ajuda humanitária, mais de um milhão os menores. As intervenções humanitárias feitas até agora pelo UNICED são dirigidas a cerca de 330 mil famílias, nas quais vivem 450 mil crianças, dos 19 distritos mais afetados pelo terremoto. Foram fornecidos a milhares de famílias que vivem em áreas remotas mais ajudas como gêneros de primeira necessidade, tendas, kits de higiene, gêneros alimentícios terapêuticos, vacinas e outros medicamentos salva-vidas. <br />Graças a essas ajudas, mais de 100 mil crianças voltaram a frequentar a escola, 650 mil pessoas tiveram água potável em casas e acampamentos, foram reabilitados centros de maternidade em mais de 150 estruturas de saúde, salvas mulheres e crianças que corriam o risco de serem ilegalmente levadas par afora do país. Thu, 30 Jul 2015 09:09:17 +0200ÁFRICA/QUÊNIA – Os bispos pedem para “boicotar” uma campanha de vacinação em massa se antes o medicamento não for testadohttp://fides.org/pt/news/40441-AFRICA_QUENIA_Os_bispos_pedem_para_boicotar_uma_campanha_de_vacinacao_em_massa_se_antes_o_medicamento_nao_for_testadohttp://fides.org/pt/news/40441-AFRICA_QUENIA_Os_bispos_pedem_para_boicotar_uma_campanha_de_vacinacao_em_massa_se_antes_o_medicamento_nao_for_testadoNairóbi – Os bispos católicos do Quênia convidaram os cidadãos a “boicotarem” uma campanha de vacinação em massa contra a pólio até que a segurança do medicamento não seja confirmada através de testes científicos. O início da vacinação no país, promovida pela Oms e Unicef, está previsto para o próximo dia 1º de agosto de 2015. Em vista do lançamento da campanha, os bispos colocaram em discussão a segurança da vacina, dizendo que o produtor não forneceu as informações solicitadas e o governo ignorou a demanda de provas sobre a validez do mesmo. O alarme dos bispos foi lançado depois de um recente acidente em que 30 crianças sofreram paralisia depois de receberem uma injeção de um medicamento contra a malária, no dispensário no Quênia ocidental. Segundo os bispos, o remédio continha o antidolorífico paracetamol. A resposta do Ministério da Saúde queniano foi imediata, exortando todos os parceiros, em especial os líderes da Igreja Católica, a continuarem apoiando a campanha. Dom Philip Anyolo, bispo da diocese de Homa Bay e presidente da Conferência Episcopal do Quênia, referiu numa recente coletiva de imprensa realizada em Nairóbi: “Não estamos em conflito com o Ministério da Saúde, mas temos o dever apostólico e moral de garantir aos quenianos vacinas seguras”. No início do ano, os bispos já haviam criticado o governo local depois de uma campanha de vacinação em massa neonatal contra o tétano, lamentando que fosse uma forma velada de controle da população. Ambas as instituições, depois, concordaram em experimentar todas as vacinas antes, durante e depois da campanha. “Não queremos fazer guerra contra ninguém”, disse o Cardeal John Njue, Bispo de Nairóbi, “somente desejamos evitar que a nossa população sofra por causas externas”. Thu, 30 Jul 2015 09:08:53 +0200EUROPA/UCRÂNIA – Dois religiosos assassinados em poucos diashttp://fides.org/pt/news/40440-EUROPA_UCRANIA_Dois_religiosos_assassinados_em_poucos_diashttp://fides.org/pt/news/40440-EUROPA_UCRANIA_Dois_religiosos_assassinados_em_poucos_diasKiev – A Irmã Alevtina, do Convento di Florovsky, em Kiev, Ucrânia, foi encontrado sem vida no quarto de seu apartamento na quarta-feira, 29 de julho, segundo informou a União das Confraternidades Ortodoxas dos Cristãos da Ucrânia à Interfax-Religion.<br />“Sabemos que faltando água quente no convento – declarou um porta-voz –, a irmã foi até seu apartamento na cidade para tomar banho e trocar de roupa antes de ser submetida a uma cirurgia. Mais tarde, um sobrinho encontrou o seu corpo com as mãos atadas e com sinais de tortura”.<br />A freira tinha 62 anos. Interfax não conseguiu obter informações oficiais sobre o caso por parte da polícia em Kiev.<br />Esta é a segunda morte em poucos dias no âmbito da Igreja Ortodoxa Ucraniana do Patriarcado de Moscou. Na mesma quarta-feira, 29, o Padre Roman Nikolayev, sacerdote de 40 anos da Igreja de Santa Tatiana, em Kiev, morreu em decorrência dos ferimentos recebidos na cabeça provocados por tiros recebidos na semana anterior.<br /> Thu, 30 Jul 2015 09:08:32 +0200AMÉRICA/ESTADOS UNIDOS – A Igreja se alegra com a ordem de libertar as famílias centro-americanas detidashttp://fides.org/pt/news/40439-AMERICA_ESTADOS_UNIDOS_A_Igreja_se_alegra_com_a_ordem_de_libertar_as_familias_centro_americanas_detidashttp://fides.org/pt/news/40439-AMERICA_ESTADOS_UNIDOS_A_Igreja_se_alegra_com_a_ordem_de_libertar_as_familias_centro_americanas_detidasWashington – A sentença de 24 de julho do juiz Dolly Gee da Federal District Court da Califórnia, que ordena o Governo de Obama de libertar as famílias detidas que fugiram da violência na América Centra, foi aplaudida por Dom Eusebio Elizondo, bispo auxiliar de Seattle e presidente da comissão para as Migrações da Conferência Episcopal dos Estados Unidos .<br />O Governo iniciou uma política de detenção para essas famílias a fim de desencorajar outras famílias a se migrar para os Estados Unidos. <br />“Acolho com alegria a decisão da corte e exorto o Governo a agir rapidamente”, disse Dom Elizondo em 27 de julho. “Aplaudo a decisão, pois sem ela iria se prolongar uma política errada e injusta de tratamento dessa população vulnerável como se fosse criminosa”.<br />Durante os primeiros meses do ano, o Arcebispo Gustavo Garcia-Siller de Santo Antônio; Dom James Tamayo de Laredo, no Texas; e Dom Elizondo visitaram as famílias no centro de detenção em Dilley, Texas, pedindo o fim da detenção das famílias e o uso de formas alternativas à prisão . Wed, 29 Jul 2015 09:12:44 +0200AMÉRICA/BOLÍVIA – Tem início o diálogo entre Governo e população por uma solução definitivahttp://fides.org/pt/news/40438-AMERICA_BOLIVIA_Tem_inicio_o_dialogo_entre_Governo_e_populacao_por_uma_solucao_definitivahttp://fides.org/pt/news/40438-AMERICA_BOLIVIA_Tem_inicio_o_dialogo_entre_Governo_e_populacao_por_uma_solucao_definitivaPotosì – Em 27 de julho teve início o diálogo entre o comitê cívico de Potosì e vários representantes do Governo. Não obstante exista a possibilidade de resolver a situação do conflito que dura mais de cinco dias , não houve um acordo sobre os pontos principais a serem definidos como primeira coisa no encontro. <br />A Igreja na pessoa de Dom Ricardo Ernesto Centellas Guzmán, Bispo da Diocese de Potosì, vez ouvir, mais uma vez, a sua voz, convidando ao diálogo sincero: “Estamos convencidos de que a única solução possível para buscar um acordo com o povo seja instaurar um diálogo sincero e imediato. Por isso, exorto por amor a Bolívia e a Potosì a ouvir o pedido que promove o encontro entre o Governo e o povo, no contexto do respeito e da liberdade, pois isso é sempre possível num estado de direito”, conclui o comunicado da diocese enviado à Fides. Wed, 29 Jul 2015 09:12:26 +0200ÁFRICA/ERITREIA – Investigações das Nações Unidas sobre o tráfico de seres humanoshttp://fides.org/pt/news/40437-AFRICA_ERITREIA_Investigacoes_das_Nacoes_Unidas_sobre_o_trafico_de_seres_humanoshttp://fides.org/pt/news/40437-AFRICA_ERITREIA_Investigacoes_das_Nacoes_Unidas_sobre_o_trafico_de_seres_humanosAsmara – Os eritreus, com os sírios, são o segundo grupo mais considerável de refugiados que arriscam a vida atravessando o Mediterrâneo, na tentativa de alcançar a Europa. Recentemente publicado, um relatório das Nações Unidas denuncia sistemáticas violações dos direitos humanos por parte da Eritreia. O país africano pediu à ONU que investigue o tráfico de seres humanos, êxodo atribuído geralmente às violações dos direitos humanos. Desde o início do ano, segundo a Organização Internacional para as Migrações , chegaram via marítima à Europa mais de 150 mil migrantes. Nessas viagens perigosas, já morreram mais de 1900 pessoas. Wed, 29 Jul 2015 09:12:06 +0200ÁFRICA/CAMARAÕES – Para as mulheres kamikazes é mais fácil esconder os detonadoreshttp://fides.org/pt/news/40436-AFRICA_CAMARAOES_Para_as_mulheres_kamikazes_e_mais_facil_esconder_os_detonadoreshttp://fides.org/pt/news/40436-AFRICA_CAMARAOES_Para_as_mulheres_kamikazes_e_mais_facil_esconder_os_detonadoresMaroua – Continuam os ataques suicidas na região setentrional de Camarões e no Estado de Yobe, na Nigéria. Parece que em ambos os países há algum tempo os kamikazes são principalmente mulheres de todas as idades. De fato, de acordo com as últimas notícias locais, na cidade de Maroua, uma menina de 12 anos e uma mulher de meia-idade detonaram os explosivos em seu corpo num bar lotado, causando mortos e feridos. Nenhum grupo assumiu ainda o episódio, embora se suspeite de Boko Haram . Em Maroua, somente poucos dias antes houve outros atentados suicidas perpetrados por jovens. Poucos dias atrás, no entanto, outras duas mulheres se fizeram explodir na cidade de Fotokol, na região setentrional. O governo regional proibiu o uso do burka, que Boko Haram utiliza com frequência para mascarar os seus kamikazes. Na Nigéria, outra mulher, aparentemente mentalmente instável, detonou os explosivos num mercado lotado na cidade de Damaturu; outras mulheres, somente poucas semanas atrás, realizaram o mesmo ato num mercado e num local de oração em Maiduguri, capital do Estado de Borno. Desde o mês de junho de 2014, Boko Haram convocou pelo menos 35 mulheres suicidas na Nigéria e em Camarões. O uso das mulheres permite que os grupos jihadistas conduzam ataques suicidas, já que os explosivos são mais fáceis de esconder. Não obstante uma ofensiva militar coordenada por Nigéria, Chade e Camarões contra os redutos de ISWA na região do lago do Chade, o grupo jihadista manteve os seus ritmos nos ataques suicidas, além dos ataques militares. Wed, 29 Jul 2015 09:11:48 +0200AMÉRICA/URUGUI – Escolas públicas para a inclusão das crianças deficienteshttp://fides.org/pt/news/40435-AMERICA_URUGUI_Escolas_publicas_para_a_inclusao_das_criancas_deficienteshttp://fides.org/pt/news/40435-AMERICA_URUGUI_Escolas_publicas_para_a_inclusao_das_criancas_deficientesMontevidéu – Depois de vários apelos lançados pela sociedade civil, o Conselho para o Ensino Médio e Fundamental uruguaio declarou que no próximo balanço será inserido também um projeto para a criação de 60 escolas públicas nas quais se trabalhará para a inserção das crianças com deficiência. Atualmente, existem no país 18 escolas desse tipo e o objetivo das autoridades é chegar a 78 institutos até 2020. O projeto é baseado no programa escolar Mandela, projeto ativo desde 2013 com o objetivo de fazer com que a integração de pessoas deficientes seja uma realidade cotidiana. Segundo os dados da Fundación ProIntegra, comprometida com a inclusão dos deficientes, no censo de 2011 tinham no Uruguai 50 mil crianças e adolescentes portadores de deficiência, dos quais somente 12% frequentava regularmente um centro educacional. Tue, 28 Jul 2015 08:48:24 +0200ÁSIA/ÍNDIA – Sacerdotisas tribais engajadas na proteção do painço no paíshttp://fides.org/pt/news/40434-ASIA_INDIA_Sacerdotisas_tribais_engajadas_na_protecao_do_painco_no_paishttp://fides.org/pt/news/40434-ASIA_INDIA_Sacerdotisas_tribais_engajadas_na_protecao_do_painco_no_paisNiyamgiri – Até 60 anos atrás, o painço ocupava 40% das terras cultivadas reservadas a cereais na Índia. Não obstante o enorme valor nutritivo de proteínas, vitamina B e minerais como magnésio, potássio, zinco e cobre, atualmente a produção se reduziu a apenas 11%. Segundo os dados coletados pela FAO, começou a diminuir nas últimas décadas, com o desenvolvimento industrial deste Estado rico de recursos minerais, relegando o painço a um grão ordinário, destinado a se tornar ração para o gado e não mais alimento basilar para os seres humanos. Nas colinas de Niyamgiri, distrito Rayagada, no Estado oriental de Odissa, onde a desnutrição é muito alta e a fome atinge 83% da população, as mulheres de etnia dos dongria kondhs, habitantes dos bosques que veneram as montanhas circunstantes, acreditam firmemente nos benefícios do painço e dedicam parte das montanhas à sua produção. Com seus rituais, dançam ritmicamente e oferecem cantos ao deus da floresta por uma colheita abundante. Seguindo um ritual, essas “sacerdotisas”, conhecidas no dialeto local como bejunis, partem a pé de Kadaraguma, vilarejo situado aos pés de Niyamgiri, com vasos de argila em suas cabeças, uma galinha e um pombo. Vão de porta em porta, de vilarejo a vilarejo, para encorajar os habitantes a recuperarem seu único patrimônio. A pé visitam os que cultivam antigas variedades de painço, oferecendo a galinha e o pombo aos bejuni locais e, em troca, pedem sementes que depois serão distribuídas de maneira igual entre cinco famílias do vilarejo das sacerdotisas viajantes, que semearão no mês de junho. Em troca, as sacerdotisas dão a eles oito cestas de grão para seus vizinhos, o dobro de sementes recebidas no início. Graças à chuva, de fato, a colheita do mês de dezembro é, em média, 50 vezes maior do que a quantidade da semeadura. Este ritual se difundiu também entre as comunidades vizinhas dos dom, conseguindo salvaguardar duas espécies de milho que estão desaparecendo: os “khidi janha”, parecidos com o sorgo, no povoado de Jangojodi, e uma versão conhecida como “kanga-arka”, no povoado de Sagadi. Na Índia se registra um dos índices mais elevados de fome no mundo. Segundo a FAO, nesse país são desnutridas cerca de 195 milhões de pessoas e a Organização Mundial da Saúde estima que a cada ano morrem por este motivo 1 milhão e 300 mil crianças. Tue, 28 Jul 2015 08:48:03 +0200AMÉRICA/MÉXICO - Mariachi zumbis: divertida série televisiva animada para dissipar o mito dos zumbis maushttp://fides.org/pt/news/40433-AMERICA_MEXICO_Mariachi_zumbis_divertida_serie_televisiva_animada_para_dissipar_o_mito_dos_zumbis_maushttp://fides.org/pt/news/40433-AMERICA_MEXICO_Mariachi_zumbis_divertida_serie_televisiva_animada_para_dissipar_o_mito_dos_zumbis_mausJalisco – Foi lançada um nova série televisiva engraçada para os mexicanos. Trata-se de “Mariachi zumbis” um novo programa de entretenimento para crianças de 7 a 11 anos, composto por 52 episódios de 11 minutos cada um. Cada série, cheia de músicas mexicanas e histórias divertidas, procura integrar o melhor da cultura dos mariachi e histórias animadas de zumbis. As histórias giram em torno da figura de um zumbi pitoresco, que é um mariachi, cuja música e paz são muitas vezes interrompidas por vizinhos humanos intencionados a eliminar este aspecto atordoado. O objetivo do programa visa romper o estereótipo que quer os zumbis como algo negativo e que aqui eles são os bons da trama. Nunca tinha sido realizada uma série de programas para crianças que enfrenta o mundo musical dos zumbis. Torná-los protagonistas, pelo menos uma vez, dá um novo rumo e muitas possibilidades de diversão. A produção Ato mic Cartoons que a criou é uma empresa canadense independente de animação, que tem sede no Canadá, com escritórios em Vancouver e Kelowna. Lunch Media, empresa mexicana que vai dirigir a série, tem sede em Guadalajara, e está envolvida em projetos de filmes, produções de animação e produções audiovisuais. Mon, 27 Jul 2015 15:05:56 +0200ÁSIA/IÊMEN – Quase dois milhões de crianças obrigadas a abandonar a escolahttp://fides.org/pt/news/40432-ASIA_IEMEN_Quase_dois_milhoes_de_criancas_obrigadas_a_abandonar_a_escolahttp://fides.org/pt/news/40432-ASIA_IEMEN_Quase_dois_milhoes_de_criancas_obrigadas_a_abandonar_a_escolaSana’a – Prossegue o conflito bélico no país e, entre as graves consequências, está também a obrigação para quase dois milhões de crianças de abandonar as escolas. Até agora, foram fechados 3.600 institutos, estudantes e familiares transferidos para regiões mais seguras. Entre as escolas fechadas, 48 ficaram completamente destruídas, 270 acolhem cidadãos deslocados e outras 68 estão ocupadas por grupos armados. Para o sistema educativo do Iêmen, um contexto do gênero, segundo o Unicef, comporta um impacto devastador. Atualmente, a organização das Nações Unidas está buscando dar apoio escolar a mais de 200 mil crianças, fornecendo também cadernos, lápis e mochilas. Por sua vez, o Ministério da Educação iemenita está tentando mobilizar os professores necessários e habilitar espaços temporários, como tendas de campo, para que sejam usadas como aulas. O próximo ano escolar deveria ser retomado em 5 de setembro, mas tudo dependerá das condições de segurança do país. Antes do atual conflito, o índice de alfabetização no Iêmen era de 79%, embora dois milhões de crianças não pudessem frequentar a escola por causa da pobreza, discriminação, além da escassa qualidade de ensino. Mon, 27 Jul 2015 15:04:41 +0200