Fides News Portuguêshttp://fides.org/As notícias da Agência Fidesen-usÁFRICA/MADAGASCAR – Nomeação do Reitor do Seminário maior teológico “Santa Teresa do Menino Jesus” na Arquidiocese de Antananarivohttp://fides.org/pt/news/38560-AFRICA_MADAGASCAR_Nomeacao_do_Reitor_do_Seminario_maior_teologico_Santa_Teresa_do_Menino_Jesus_na_Arquidiocese_de_Antananarivohttp://fides.org/pt/news/38560-AFRICA_MADAGASCAR_Nomeacao_do_Reitor_do_Seminario_maior_teologico_Santa_Teresa_do_Menino_Jesus_na_Arquidiocese_de_AntananarivoCidade do Vaticano – O Card. Fernando Filoni, Prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, em 31 de março de 2014 nomeou Reitor do Seminário maior teológico “Santa Teresa do Menino Jesus” na Arquidiocese de Antananarivo , o rev. Abdon Rafidison, do clero arquidiocesano de Antananarivo. <br />O novo Reitor nasceu em 16 de agosto de 1968 em Ambohipo Antananarivo e foi ordenado sacerdote em Amparibe em 6 de setembro de 1997. Formou-se em Teologia no Institut catholique de Madagascar e fez o Doutorado em História da Igreja na Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma . Depois da ordenação, foi vice-pároco e pároco em várias paróquias. Atualmente leciona na Universidade católica de Madagascar, no Seminário maior de Teologia Faliarivo e no Seminário maior de Filosofia Manantenasoa . Tue, 21 Oct 2014 00:00:00 +0200AMÉRICA/EQUADOR – As populações indígenas continuam sendo discriminadas, subnutridas e pouco protegidashttp://fides.org/pt/news/38559-AMERICA_EQUADOR_As_populacoes_indigenas_continuam_sendo_discriminadas_subnutridas_e_pouco_protegidashttp://fides.org/pt/news/38559-AMERICA_EQUADOR_As_populacoes_indigenas_continuam_sendo_discriminadas_subnutridas_e_pouco_protegidasQuito – Na região amazônica e nas províncias de Bolivar, Chimborazo, Cotopaxi e Esmeraldas se concentram as porcentagens mais elevadas de crianças e adolescentes que vivem em condições de pobreza. São de 55 a 75%. Segundo um estudo realizado conjuntamente por Observatório Social do Equador, Plan International, UNICEF e Conselho Nacional para a Igualdade Inter-geracional, a desnutrição entre a população indígena é de 42%. O relatório, intitulado “A Infância e a Adolescência no Equador contemporâneo”, considera que o fenômeno continua sendo muito elevado, mesmo que a pobreza tenha diminuído e tenha aumentado o acesso à saúde, à água potável e o nível de instrução das mães. <br />Além disso, resulta que a obesidade atinge 8,5% das crianças em idade pré-escolar, 30% dos de idade escolar e 26% dos adolescentes. No que diz respeito à instrução, 16% dos adolescentes entre 15 e 17 anos não frequenta a escola superior. Em relação à violência familiar, nos últimos 10 anos aumentou de 35 a 44% por parte dos pais, enquanto nas escolas 30% das crianças sofre punições violentas, físicas e psicológicas. No relatório, emerge que entre 2004 e 2011 aumentou em 3% a porcentagem de partos de mães adolescentes, passando de 6 a 9 %. Em 2009, nasceram mais de 60 mil bebês de mães com idade entre 15 e 19 anos. Tue, 21 Oct 2014 00:00:00 +0200AMÉRICA/VENEZUELA - São João Paulo II acompanha a Venezuela no caminho da paz e da justiçahttp://fides.org/pt/news/38558-AMERICA_VENEZUELA_Sao_Joao_Paulo_II_acompanha_a_Venezuela_no_caminho_da_paz_e_da_justicahttp://fides.org/pt/news/38558-AMERICA_VENEZUELA_Sao_Joao_Paulo_II_acompanha_a_Venezuela_no_caminho_da_paz_e_da_justicaChacao – O Núncio Apostólico na Venezuela, o Arcebispo Aldo Giordano, participou da homenagem ao Papa João Paulo II preparada pelas autoridades da Venezuela em Chacao, um dos cinco municípios que compõem o distrito metropolitano de Caracas, para recordar o Papa Peregrino neste país, na véspera da sua festa litúrgica, em 22 de outubro. <br />Na presença de autoridades civis e religiosas, e de toda a população, no domingo o prefeito de Chacao disse: “Este é um momento de reflexão e de espiritualidade, viemos para oferecer humildemente uma homenagem a João Paulo II, um grande homem que nos ensinou o modo com o qual encontrar a paz, a reconciliação, a solidariedade e a liberdade, que hoje é mais do que nunca válido para todos os venezuelanos”.<br />A nota enviada à Agência Fides sinaliza que o Núncio Apostólico expressou alegria e satisfação pelo tributo oferecido ao Papa Peregrino: "Todos temos no coração o seu abraço ao mundo, aos povos, às diferentes culturas e religiões. Ele quis bem à nossa amada Venezuela, portanto me sinto muito feliz em compartilhar com vocês esta homenagem ao nosso amado Santo e de transmitir a proximidade e a bênção do Papa Francisco. João Paulo II, do céu, acompanha a nossa amada Venezuela no caminho da paz e da justiça!".<br />Depois da celebração pública, Dom Giordano encontrou os jornalistas e reiterou que “o diálogo que se realizou até agora foi só o da mídia, agora é preciso realizá-lo realmente”, e ofereceu a colaboração da Igreja nesta tarefa. Tue, 21 Oct 2014 00:00:00 +0200AMÉRICA/MÉXICO – 2 mil crianças assassinadas ou mutiladas de 2006 a 2014http://fides.org/pt/news/38557-AMERICA_MEXICO_2_mil_criancas_assassinadas_ou_mutiladas_de_2006_a_2014http://fides.org/pt/news/38557-AMERICA_MEXICO_2_mil_criancas_assassinadas_ou_mutiladas_de_2006_a_2014Cidade do México - Continua sendo alarmante o aumento de crianças que desaparecem ou são recrutadas por grupos criminosos no México, como o de crianças que são mortas ou mutiladas. A denúncia acaba de ser feita pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos , após uma recente visita ao país do relator dos Direitos das Crianças e Adolescentes da CIDH. De acordo com informações obtidas por várias organizações da sociedade civil comprometidas com a tutela das crianças, enviadas à Agência Fides, entre 2006 e 2014 foram assassinadas ou mutiladas, às vezes de forma cruel, 2 mil crianças, além do elevado número de crianças recrutadas à força por grupos criminosos nas comunidades mais pobres.<br />Quanto aos sistemas de tutela das crianças, a CIDH observa que ainda há uma preocupante falta de normas, coordenação e supervisão da parte do Estado. Além disso, somente há alguns meses, na casa de acolhimento para as crianças "La Gran Familia", em Michoacán, foram encontradas centenas de crianças, bebês e jovens em condições desumanas, vítimas de todo tipo de abuso. A instituição também condenou as condições das crianças que vivem nas ruas, especialmente na capital superlotada, assim como as crianças imigrantes, muitos das quais viajam desacompanhadas de um adulto e não têm assessoria jurídica, fundamental para garantir os seus direitos. Tue, 21 Oct 2014 00:00:00 +0200AMÉRICA/MÉXICO - Quando não se respeita o direito de uma pessoa, coloca-se em risco o direito de todoshttp://fides.org/pt/news/38556-AMERICA_MEXICO_Quando_nao_se_respeita_o_direito_de_uma_pessoa_coloca_se_em_risco_o_direito_de_todoshttp://fides.org/pt/news/38556-AMERICA_MEXICO_Quando_nao_se_respeita_o_direito_de_uma_pessoa_coloca_se_em_risco_o_direito_de_todosMérida - Continuar procurando os estudantes de Ayotzinapa, Guerrero, e punir os culpados: esta é a exortação do Secretário da Conferência Episcopal Mexicana , Dom Eugenio Lira Rugarcía, às autoridades do país no 14º Encontro Nacional da Pastoral da Saúde, realizado em Mérida . A nota enviada à Fides informa suas palavras: "Estas coisas não podem continuar acontecendo no México, não podemos tolerar uma situação em que há pessoas que desaparecem. Devemos caminhar juntos como sociedade e país seguro, onde se consiga viver em paz".<br />Dom Eugenio Lira Rugarcía, Bispo Auxiliar de Puebla de los Ángeles, expressa solidariedade às famílias das vítimas e sublinhou que "esta situação deve preocupar a todos, porque quando não se respeita os direitos de uma só pessoa, coloca-se em risco o direito de todos". Ele também lembrou que a Igreja apoia e respeita o pedido de vários grupos em favor da justiça, mas sem politizar nenhum pedido.<br />O México vive momentos delicados depois da história dos estudantes de Ayotzinapa, Guerrero . Enquanto as autoridades do Governo central continuam procurando os estudantes , a população organiza marchas e manifestações contra as autoridades locais corruptas e em favor da população rural, que sempre sofreu este tipo de marginalização e injustiça. Tue, 21 Oct 2014 00:00:00 +0200ÁSIA/ÍNDIA – Os Franciscanos preparam o Ano da Vida Consagradahttp://fides.org/pt/news/38555-ASIA_INDIA_Os_Franciscanos_preparam_o_Ano_da_Vida_Consagradahttp://fides.org/pt/news/38555-ASIA_INDIA_Os_Franciscanos_preparam_o_Ano_da_Vida_ConsagradaNova Déli – Uma missão “em estilo franciscano” que deve atravessar a Índia; uma campanha especial para erradicar a violência contra as mulheres; uma série de iniciativas pastorais e de evangelização em vários estados indianos: estação as atividades que os Franciscanos da Índia – cerca de 50 mil religiosos e religiosas – presentes em 165 províncias civis, promovem por ocasião do Ano da Vida Consagrada, convocado pelo Papa Francisco, que será aberto em 30 de novembro de 2014.<br />Como informa um comunicado enviado à Fides pela “Associação das Famílias Franciscanas da Índia” , os Franciscanos querem redescobrir o sentido profundo de sua presença na Índia, promovendo programas nacionais de formação com acompanhamento em nível regional; seminários para formadores e pessoas engajadas no apostolado educativo e nas obras sociais. <br />Frei Nithiya Sagayam, Ofm Cap, coordenador nacional da AFFI, adianta que uma celebração de todos os franciscanos consagrados será realizada em Veilankanni de 1o a 4 de março de 2015 e que será centralizada na exortação apostólica “Evangelii Gaudium”. Um segundo encontro nacional está previsto de 3 a 6 de agosto de 2015, enquanto durante o ano prosseguirá a campanha contra a violência contra as mulheres, dirigida em particular aos que estão engajados no apostolado da educação, advogados, médicos, educadores e líderes religiosos. Muitas iniciativas serão promovidas no âmbito local, em vários estados indianos. “Particular atenção, conclui Pe. Sagayam – será dada ao fato de como tornar a nossa vida consagrada, de franciscanos, um testemunho eficaz do Evangelho, no ser e no apostolado”. Tue, 21 Oct 2014 00:00:00 +0200ÁSIA/IRÃ - Três cristãos evangélicos condenados a seis anos de prisãohttp://fides.org/pt/news/38554-ASIA_IRA_Tres_cristaos_evangelicos_condenados_a_seis_anos_de_prisaohttp://fides.org/pt/news/38554-ASIA_IRA_Tres_cristaos_evangelicos_condenados_a_seis_anos_de_prisaoTeerã – Três pastores evangélicos , que já tiveram arquivado o risco de sofrer a pena de morte, foram condenados a seis anos de prisão por uma corte iraniana. A pena deve ser cumprida nas prisões de Zabol e da ilha de Minab . Os três condenados anunciaram que recorrerão contra a sentença. Irani havia já sofrido uma precedente condenação em 2011 por “ação contra o Estado” e “ação contra a ordem”. Andy Dipper, Diretor operacional da ONG Christian Solidarity Worldwide , expressou forte preocupação pelas sentenças contra os três cristãos e pelo fato que os condenados serão obrigados a cumprir suas penas distante de suas famílias e de suas cidades. “Solicitamos o governo iraniano” consta em comunicado da CSW recebido pela Agência Fides, “a libertar rapidamente todas as pessoas detidas por causa de sua fé. Sua prisão é contrária às convenções internacionais que garantem liberdade de religião e de crença, das quais o Irã participa”. .Tue, 21 Oct 2014 00:00:00 +0200ÁSIA/PAQUISTÃO - Demasiados interesses por detrás do caso de Asia Bibi: a verdade dos fatos foi cobertahttp://fides.org/pt/news/38553-ASIA_PAQUISTAO_Demasiados_interesses_por_detras_do_caso_de_Asia_Bibi_a_verdade_dos_fatos_foi_cobertahttp://fides.org/pt/news/38553-ASIA_PAQUISTAO_Demasiados_interesses_por_detras_do_caso_de_Asia_Bibi_a_verdade_dos_fatos_foi_cobertaLahore – “Há demasiados interesses em jogo no caso de Asia Bibi. Poderes fortes e fortes pressões que acabam por encobrir e pisotear a verdade dos fatos”, diz em conversa com a Agência Fides Haroon Barkat Masih, diretor da “Masihi Foundation”, engajada no Paquistão para melhorar a vida dos cristãos e também na defesa dos cristãos injustamente acusados de blasfêmia. Após a sentença de apelo que confirmou o veredicto de morte para a cristã acusada de blasfêmia, o Diretor observa à Fides: “Continuamos a rezar por Asia Bibi e pela sua libertação, para que o Senhor a proteja e a console”, diz Masih. “Mas existem muitos elementos que não levam ao otimismo. Recordamos que ainda há uma recompensa pela entrega de Asia, prometida por um Imâme, que indeniza quem a matar”.<br />Segundo Barkat, “as pressões e a mobilização internacional podem ser úteis”, mas principalmente, “é necessário vontade política do governo e das máximas autoridades paquistanesas” se quisermos por um fim a esta história marcada por injustiças evidentes. O Premiê atual, Nawaz Sharif, “deu amplo espaço, no passado, a grupos extremistas e aprovou a lei da blasfêmia por conveniências políticas: assim, ele não parece estar propenso a tomar posição contra tais pressões”. “A corrupção e o desejo de desfrutar este caso para objetivos econômicos é outro aspecto real”, acrescenta Haroon Barkat. Enfim, o diretor recorda que na Corte Suprema, a sentença pode ser invertida, e que mesmo que ela seja condenada, o Presidente do Paquistão tem sempre o poder de conceder a graça”. Tue, 21 Oct 2014 00:00:00 +0200ÁFRICA/EGITO – Partem as peregrinações, à imagem da Sagrada Famíliahttp://fides.org/pt/news/38552-AFRICA_EGITO_Partem_as_peregrinacoes_a_imagem_da_Sagrada_Familiahttp://fides.org/pt/news/38552-AFRICA_EGITO_Partem_as_peregrinacoes_a_imagem_da_Sagrada_FamiliaCairo – Uma ampla delegação de representantes e peregrinos provenientes das Filipinas participou da celebração em honra da Sagrada Família terça-feira, 21 de outubro, no museu copta da zona histórica de Cidade do Cairo, diante do Patriarca copta ortodoxo Tawadros II e do Ministro egípcio do turismo, Hisham Zaazou. Com a iniciativa, começa oficialmente o projeto de iniciar as peregrinações que percorrem o caminho realizado pela Sagrada Família durante seu exílio no Egito. O percurso da peregrinação deve partir da cidade de Al-Arish, no norte do Sinai, e se dirigir rumo ao delta e o Wadi Natrun, até chegar a Assiut e ao Mosteiro da Virgem Maria, conhecido como Mosteiro de Al-Muharraq. Segundo declarações emitidas à imprensa local por funcionários do ministério egípcio para o turismo, campanhas publicitárias especiais na Europa, Ásia Meridional e América Latina tentarão atrair para o trajeto dedicado à Sagrada Família cerca de 500 mil peregrinos por ano, valorizando também a possibilidade de utilizar, como meios de transporte, os navios de cruzeiro que atravessam o Nilo. .Tue, 21 Oct 2014 00:00:00 +0200ÁFRICA/SUDÃO DO SUL - Os beligerantes admitem sua responsabilidade na guerra civil, “um passo importante para a paz”http://fides.org/pt/news/38551-AFRICA_SUDAO_DO_SUL_Os_beligerantes_admitem_sua_responsabilidade_na_guerra_civil_um_passo_importante_para_a_pazhttp://fides.org/pt/news/38551-AFRICA_SUDAO_DO_SUL_Os_beligerantes_admitem_sua_responsabilidade_na_guerra_civil_um_passo_importante_para_a_pazJuba - “Esperamos que seja primeiramente um passo concreto e decisivo para o cessar-fogo e depois, para a paz verdadeira”, diz à Agência Fides Irmã Elena Baratti, missionária comboniana em Juba, capital do Sudão do Sul, comentando o acordo alcançado ontem, 20 de outubro, em Arusha para resolver a guerra civil que desde 15 de dezembro de 2013 está abalando o país. <br />Segundo publica o “Sudan Herald”, os acordos assinados ontem são um pacto no âmbito do SPLM , o partido de governo, dividido entre a ala fiel ao Presidente Salva Kiir e a ala rebelde, guiada pelo ex-Vice Presidente Riek Machar, cujos contrastes desencadearam a guerra civil. <br />“As duas partes admitem suas responsabilidades coletivas na crise do Sudão do Sul, que causou a morte de um grande número de pessoas e provocou ingentes prejuízos materiais”, afirma o texto do acordo. “O SPLM dividido significa automaticamente fragmentar o país em bases étnicas e regionais”, prossegue o texto, auspiciando “um diálogo franco e honesto, que coloque o interesse do povo e da nação acima de tudo”.<br />“É a primeira tomada de responsabilidade dos dois protagonistas da crise, mediada pela Tanzânia, que se comprometeu num processo de ‘facilitação de negociação’ paralelo à mediação de paz conduzida pela IGAD” explica à Fides a missionária comboniana, referindo-se à Autoridade Intergovernamental para o desenvolvimento, organização que reúne os países do Chifre da África , que está mediando para resolver o conflito no país. <br />“O acordo de paz real provavelmente será assinado no âmbito da IGAD” acrescenta Irmã Elena. “Se este acordo tivesse sido assinado, teríamos visto uma explosão de alegria nas ruas de Juba, porque o povo continua a sofrer por causa da guerra. Todavia, a assinatura de ontem nos dá uma nova esperança” conclui a missionária. Tue, 21 Oct 2014 00:00:00 +0200ÁFRICA/BURUNDI - Nomeação do Reitor do Seminário maior “João Paulo II”, na diocese de Gitegahttp://fides.org/pt/news/38550-AFRICA_BURUNDI_Nomeacao_do_Reitor_do_Seminario_maior_Joao_Paulo_II_na_diocese_de_Gitegahttp://fides.org/pt/news/38550-AFRICA_BURUNDI_Nomeacao_do_Reitor_do_Seminario_maior_Joao_Paulo_II_na_diocese_de_GitegaCidade do Vaticano – O Card. Fernando Filoni, Prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, em 17 de fevereiro de 2014 nomeou Reitor do Seminário maior interdiocesano “Beato João Paulo II” na diocese de Gitega , o rev. Martin Sinumvayaha, do clero da diocese de Ngozi. <br />O novo Reitor nasceu em 11 de novembro de 1970 em Muhanga. Depois dos estudos civis, em 1993 entrou no Seminário propedêutico de Burasira. Depois estudou Filosofia no Seminário maior de Bujumbura e Teologia no Seminário maior “João Paulo II” de Gitega. Ordenado sacerdote em Ngozi, em 7 de julho de 2001, foi Vice-pároco e Pároco, Ecônomo e Vice-reitor do Seminário menor diocesano. Depois prosseguiu os estudos na Pontifícia Universidade Lateranense em Roma, de 2005 a 2011, obtendo o Doutorado em Direito Civil e Canônico. Desde 2011 é professor no Seminário maior de Gitega e membro de várias Comissões da Conferência Episcopal. Mon, 20 Oct 2014 00:00:00 +0200AMÉRICA/CHILE – Cem mil pessoas na peregrinação pela família no Santuário da primeira Santa chilenahttp://fides.org/pt/news/38549-AMERICA_CHILE_Cem_mil_pessoas_na_peregrinacao_pela_familia_no_Santuario_da_primeira_Santa_chilenahttp://fides.org/pt/news/38549-AMERICA_CHILE_Cem_mil_pessoas_na_peregrinacao_pela_familia_no_Santuario_da_primeira_Santa_chilenaSantiago – Com a Missa presidida pelo Bispo auxiliar da diocese de Santiago do Chile, Dom Galo Fernandez, na tarde de sábado, 18 de outubro, se concluiu a 24a peregrinação ao Santuário de Santa Teresa dos Andes, a primeira Santa chilena, a primeira Santa carmelita descalça fora da Europa, que foi beatificada em Santiago do Chile por São João Paulo II em 3 de abril de 1987 e canonizada pelo mesmo Papa em 21 de março de 1993. <br />A nota enviada à Agência Fides pela Arquidiocese refere as palavras de Dom Galo: "Fomos convidados a caminhar com as nossas famílias no coração. Elas são um espaço sagrado em que se mostra o amor incondicional, a importância da ternura, da compartilha e do empenho". Todavia, acrescentou, "são também espaços em que aparecem as feridas da humanidade. Porque carregam também as dores pelas ausências, pelas doenças, as falências e as histórias tristes; e talvez por isso as próprias famílias são também locais de acolhimento e de perdão". O Prelado convidou ainda os jovens a “celebrarem a vida e a tentar criar sempre momentos de encontro nas nossas famílias, mas também nas famílias do nosso ambiente, do nosso bairro, para que o amor se difunda".<br />A peregrinação partiu às 5h da manhã de sábado, 18 de outubro, de Santiago, e por 27 quilômetros cerca de 100 mil jovens cantaram, rezaram, refletiram e compartilharam experiências de fé. Os participantes eram principalmente jovens, provenientes de ambientes e contextos diferentes, acompanhados por sacerdotes e religiosos, mas participaram também grupos de famílias em ônibus ou de carro, com idosos, e até mesmo a cavalo. Mon, 20 Oct 2014 00:00:00 +0200AMÉRICA/EL SALVADOR - A violência aumenta cada vez mais e as famílias são as mais afetadashttp://fides.org/pt/news/38548-AMERICA_EL_SALVADOR_A_violencia_aumenta_cada_vez_mais_e_as_familias_sao_as_mais_afetadashttp://fides.org/pt/news/38548-AMERICA_EL_SALVADOR_A_violencia_aumenta_cada_vez_mais_e_as_familias_sao_as_mais_afetadasSan Salvador - “Nós vemos que a violência aumenta cada vez mais , estamos entrando numa fase de violência ainda mais brutal e num confronto frontal entre forças de segurança e crime organizado”: são as palavras preocupadas do bispo auxiliar de San Salvador, Dom Gregorio Rosa Chávez, proferidas ontem, após a missa celebrada na Catedral da capital, na coletiva de imprensa realizada no domingo. <br />Segundo a nota enviada à Agência Fides, dentre os temas de particular importância abordados pelo Bispo, está a denúncia do assassinato do agente da Polícia Nacional Civil , que teve lugar no sábado, 18 outubro, durante um jogo de futebol, só porque ele defendeu um jovem que se recusou a fazer parte de uma gangue criminosa. <br />O Arcebispo de San Salvador, Dom José Luis Escobar Alas, em Roma para participar do Sínodo dos Bispos, numa mensagem ao seu Auxiliar denuncia o aumento brutal da violência no país: "A violência adquiriu tanto poder em El Salvador que os membros das bandas superam o de policiais”. Dom Escobar Alas afirma ainda que as famílias salvadorenhas são gravemente atingidas pela situação de criminalidade, porque são elas as vítimas de extorsões, homicídios e sequestros de pessoa.<br />Dom Rosa Chavez, comunicando a mensagem enviada pelo Arcebispo, expressou a sua preocupação com a morte de sete agentes de polícia nas últimas duas semanas, sinal que o país está entrando num período de "violência ainda mais brutal”, atingindo os policiais, que chamou de “servidores da paz” para defender os cidadãos honestos.<br />Segundo as estatísticas da Polícia Nacional Civil, em 2014 os grupos criminosos mataram 32 agentes. Até 16 de outubro, houve 3.064 mortes violentas, enquanto a média diária dos homicídios subiu para 12. “Esta situação não pode ser enfrentada de maneira superficial. As respostas devem ser inteligentes e fazer parte de uma estratégia bem estudada. A recrudescência da violência é uma provocação das bandas, um desafio direto, que deve ser analisada enquanto tal”, concluiu Dom Rosa Chavez. Mon, 20 Oct 2014 00:00:00 +0200ÁSIA/TURQUIA - Orações para a saúde do Patriarca armênio, que sofre de doença incurávelhttp://fides.org/pt/news/38547-ASIA_TURQUIA_Oracoes_para_a_saude_do_Patriarca_armenio_que_sofre_de_doenca_incuravelhttp://fides.org/pt/news/38547-ASIA_TURQUIA_Oracoes_para_a_saude_do_Patriarca_armenio_que_sofre_de_doenca_incuravelIstambul - A doença incurável da qual foi atingido há cinco anos o Patriarca armênio de Istambul, Mesrob II, poderia ter uma progressão lenta e se prolongar ainda por anos o seu estado inconsciente. Isto foi confirmado pelas últimas análises realizadas no hospital da comunidade armênia, publicadas por fontes consultadas pela Agência Fides. O Patriarca que sofre de Alzheimer desde 2008, sobrevive em virtude dos instrumentos que garantem a respiração e alimentação artificial. Na semana passada, o Patriarcado armênio de Istambul realizou três dias de oração e jejum pela saúde do Patriarca. Em tal circunstância, também foram divulgadas pela primeira vez, as fotos do patriarca em sua cama de hospital, cercado por bispos da sua Igreja. De acordo com as leis turcas, o cargo de Patriarca é vitalício, e um novo patriarca armênio não pode ser eleito enquanto seu antecessor estiver vivo. Desde 2008, por ordem do Patriarcado, as funções patriarcais são exercidas pelo Arcebispo Aram Atesyan, vigário patriarcal. .Mon, 20 Oct 2014 00:00:00 +0200ÁSIA/PAQUISTÃO - Asia Bibi, audiência no Supremo Tribunal “seja marcada o mais rápido possível”, pede uma Onghttp://fides.org/pt/news/38546-ASIA_PAQUISTAO_Asia_Bibi_audiencia_no_Supremo_Tribunal_seja_marcada_o_mais_rapido_possivel_pede_uma_Onghttp://fides.org/pt/news/38546-ASIA_PAQUISTAO_Asia_Bibi_audiencia_no_Supremo_Tribunal_seja_marcada_o_mais_rapido_possivel_pede_uma_OngLahore – A audiência no Supremo Tribunal, terceiro e último grau de julgamento, para o processo de Asia Bibi, mãe paquistanesa cristã condenada à morte por blasfêmia, seja marcada o mais rápido possível: é o que pede numa nota enviada à Fides, a Ong “Christian Solidarity Worldwide” , que convida as autoridades carcerárias a tutelarem a segurança e o bem-estar da mulher. No Paquistão, os recursos ao Supremo Tribunal, que são apresentados até 30 dias do veredicto de recurso, são examinados três anos depois de serem registrados. <br />Em 16 de outubro, o Supremo Tribunal, segundo grau de julgamento, recusou o apelo de Asia Bibi contra a condenação à morte por blasfêmia em 2010. CSW observa a influência crescente dos grupos extremistas no Paquistão, que muitas vezes termina na “fabricação de acusações de blasfêmia, mas também em ameaças e mortes dos acusados ou de seus advogados e juízes”. “Asia Bibi sofreu condições massacrantes em quase cinco anos de detenção no braço da morte, grande parte transcorridos em isolamento. A sua saúde sofreu e teve restrições severas para os visitantes. O caso em recurso sofreu muitos atrasos e houve mensagens ameaçadoras para juízes e advogados", observa CSW. <br />CSW e outras Ongs e fundações, como a “Cecil & Iris Chaudhry Foundation”, desejam que “o Supremo Tribunal do Paquistão realmente faça justiça neste caso, e que prevaleça o Estado de direito”. Recentemente, o Supremo Tribunal se pronunciou em favor das minorias religiosas no Paquistão, observando discriminação e violência contra elas e pedindo ao Governo para criar o “Conselho Nacional dos direitos das minorias”. Mon, 20 Oct 2014 00:00:00 +0200ÁSIA/JORDÂNIA - Arcebispo Lahham: os 4 mil refugiados cristãos iraquianos querem emigrar ao Ocidentehttp://fides.org/pt/news/38545-ASIA_JORDANIA_Arcebispo_Lahham_os_4_mil_refugiados_cristaos_iraquianos_querem_emigrar_ao_Ocidentehttp://fides.org/pt/news/38545-ASIA_JORDANIA_Arcebispo_Lahham_os_4_mil_refugiados_cristaos_iraquianos_querem_emigrar_ao_OcidenteAmã – São já três mil os refugiados cristãos iraquianos que fugiram do ataque dos jihadistas de Mosul e da Planície de Nínive refugiados hoje na Jordânia, e nos próximos dias, já foi anunciada a chegada de outros mil. É o que confirma à Agência Fides o Arcebispo Maroun Lahham, Vigário patriarcal para a Jordânia do Patriarcado latino de Jerusalém. Grande parte dos refugiados cristãos – em grande maioria católicos – estão distribuídos em 10 paróquias latinas, Greco-católicas, sírio-católicas e armênias. 2 mil recebem assistência garantida diretamente pela Caritas Jordânia, enquanto os outros são apoiados por uma rede de associações humanitárias e de voluntariado com perfil local e internacional. Além de precisar de ajuda para as exigências primárias de sobrevivência, as famílias refugiadas tentam também obter a integração de seus filhos nas escolas, enquanto os universitários querem seguir seus cursos e fazer os exames nos Ateneus da Jordânia. “Duas características – informa à Fides o Arcdebispo Lahham – são comuns à grande maioria dos refugiados cristãos: ninguém quer voltar mais ao Iraque e todos tentam obter um visto para a Austrália ou Estados Unidos. Neste sentido, as escolhas das embaixadas e das chancelarias ocidentais correm o risco de maneira decisiva para a redução da presença cristã no Oriente Médio.<br />O Patriarca caldeu – sublinha Dom Lahham – reconheceu que todo cristão deve decidir segundo sua consciência o que fazer e como olhar para o seu futuro e de sua família, mas se forem abertas aos cristãos as portas do acolhimento em países avançados do Ocidente, privilegiados em relação ao resto da população árabe, se termina por fomentar a fuga também daqueles que poderiam permanecer. Assim, todos os dicursos sobre a necessidade de tutelar as comunidades cristãs há milênios no Oriente Médio, assumem um sabor quase sarcástico”. Mon, 20 Oct 2014 00:00:00 +0200ÁSIA/VIETNÃ - Arcebispo de Ho Chi Minh city: oração e esperança para as relações diplomáticas Vaticano-Vietnãhttp://fides.org/pt/news/38544-ASIA_VIETNA_Arcebispo_de_Ho_Chi_Minh_city_oracao_e_esperanca_para_as_relacoes_diplomaticas_Vaticano_Vietnahttp://fides.org/pt/news/38544-ASIA_VIETNA_Arcebispo_de_Ho_Chi_Minh_city_oracao_e_esperanca_para_as_relacoes_diplomaticas_Vaticano_VietnaCidade do Vaticano – “O encontro no Vaticano entre Francisco e o Premiê do Vietnã, Nguyen Tan Dung, reforça nossas esperanças em ver no futuro plenas relações diplomáticas entre a Santa Sé e Vietnã”: é o que afirma à Agência Fides o Arcebispo de Ho Chi Minh City, Dom Pual Bui Van Doc, que participou dos trabalhos sinodais. “Não sabemos o que nos reserva o futuro, mas rezamos e esperamos para que as dificuldade sejam superadas e o processo de instauração de relações diplomáticas possa ter um bom êxito”, afirma o Arcebispo, recordando como bons sinais e boas perspectivas que “a Igreja lançou a iniciativa de instituir no Vietnã um Instituto teológico de nível universitário e encontrou portas abertas por parte das autoridades governamentais”. <br />Sobre sua permanência no Sínodo, recém-concluído, o Arcebispo disse: “Foi uma esplêndida experiência, vivemos a autêntica liberdade dos filhos de Deus. Levo ao Vietnã a experiência da Igreja como mãe, que acolhe seus filhos com misericórdia; e como mestra que escuta, reza e acompanha seus filhos na busca da verdade”. Principalmente, “o Papa nos ensina, com seu exemplo e seu comovente testemunho a ouvirmos a voz do Espírito Santo, que traz novidades e abre os nossos corações”. Mon, 20 Oct 2014 00:00:00 +0200ÁFRICA/SERRA LEOA - Um campo de mandioca transformado em centro de tratamento do ebolahttp://fides.org/pt/news/38543-AFRICA_SERRA_LEOA_Um_campo_de_mandioca_transformado_em_centro_de_tratamento_do_ebolahttp://fides.org/pt/news/38543-AFRICA_SERRA_LEOA_Um_campo_de_mandioca_transformado_em_centro_de_tratamento_do_ebolaBo – Poucas semanas atrás era um campo de mandioca e hoje é uma cidade composta por quatro enormes tendas circundadas por tendas menores e construções de tijolos, separadas por muros cor de laranja com cadeiras roxas encostadas. Este é o último centro da ONG Médicos Sem Fronteira , montado para o tratamento do ebola, não distante de Bo, a segunda cidade de Serra Leoa. Construído em apenas cinco semanas por equipes de operários que trabalharam 24 horas por dia, o centro foi aberto em 19 de setembro em enquanto as obras prosseguem, a primeira divisão de 34 leitos já está lotada. Os primeiros pacientes chegaram em ambulância de um centro vizinho, montado pelos MSF quando a doença chegou ao distrito de Bo. No momento, 16 pessoas já foram demitidas do posto. Cada vez que uma pessoa se cura e pode deixar o local, todos os outros pacientes e os 280 agentes que trabalham no local se animam. <br />A maior parte dos agentes, 260, provém de Serra Leoa. Muitos trabalharam no hospital materno infantil da ONG situado nas proximidades. Outros provêm de localidades diferentes, mas todos compartilham o mesmo entusiasmo no combate à doença. Dentre os operadores locais, 9 mulheres cozinham o almoço aos pacientes em uma cozinha recém-ladrilhada, um professor de filosofia preenche o formulário cotidiano na tenda que funciona como armazém e um ex-pároco que hoje trabalha como consultor trabalha como assistente para a saúde mental. A nova estrutura, espaçosa e bem organizada, conta pavimentos em cimento liso e pedrinhas, e cortinas pesadas para resistir aos sete meses de estação chuvosa no país. Mon, 20 Oct 2014 00:00:00 +0200ÁFRICA/LÍBIA - Elementos do Estado islâmico e de Boko Haram estão na Líbia, afirma o Primeiro-Ministrohttp://fides.org/pt/news/38542-AFRICA_LIBIA_Elementos_do_Estado_islamico_e_de_Boko_Haram_estao_na_Libia_afirma_o_Primeiro_Ministrohttp://fides.org/pt/news/38542-AFRICA_LIBIA_Elementos_do_Estado_islamico_e_de_Boko_Haram_estao_na_Libia_afirma_o_Primeiro_MinistroTrípoli - Na Líbia estão presentes seja elementos do chamado Califado ou Estado Islâmico como elementos do grupo nigeriano Boko Haram. É o que afirmou o Primeiro-Ministro líbio, Abdullah al-Thinni, respondendo a uma explícita pergunta dos jornalistas. Segundo publica o jornal “The Libyan Herald”, o premiê explicou que em relação ao Estado islâmico, “existem grupos na cidade de Derna e em outras cidades líbias e em Sirte”. Derna, na Cirenaica, é considerada o berço do extremismo islâmico líbio mais radical desde os tempos do regime di Kadafi. <br />“Além disso, está presente também o grupo Boko Haram, originário da Nigéria” acrescentou al-Thinni, que foi obrigado a se refugiar no leste do país depois que Trípoli caiu em mãos das milícias opostas a seu governo. “O terrorismo não tem um lugar especifico e devemos reconhecer a gravidade da existência destes grupos que desestabilizam a segurança do país com o apoio de correntes políticas que se inspiram no islã político”, destacou o Premiê, referindo-se aos diversos grupos islâmicos líbios. <br />Entretanto, continuam os combates em Bengasi, onde as forças do general Khalifa Haftar tentam ganhar o controle da capital da Cirenaica a diversos grupos islâmicos. Pelo menos 75 pessoas morreram nos últimos 5 dias de confrontos. Mon, 20 Oct 2014 00:00:00 +0200ÁFRICA/MOÇAMBIQUE - Eleições “justas, livres e transparentes”, mas nem todos concordamhttp://fides.org/pt/news/38541-AFRICA_MOCAMBIQUE_Eleicoes_justas_livres_e_transparentes_mas_nem_todos_concordamhttp://fides.org/pt/news/38541-AFRICA_MOCAMBIQUE_Eleicoes_justas_livres_e_transparentes_mas_nem_todos_concordamMaputo - “Os observadores internacionais qualificaram as eleições como “justas, livres e transparentes”, mas alguns grupos de observadores locais não compartilham esta avaliação”, dizem à Agência Fides fontes da Igreja local em Moçambique, onde em 15 de outubro, se realizaram eleições presidenciais e parlamentares. Dados ainda parciais apontam como vencedor o partido FRELIMO, que detém o poder desde a independência do país de Portugal. “Considere-se que Moçambique é um país grande. Enquanto na capital e nos principais centros urbanos estavam presentes observadores eleitorais que certificaram que o pleito decorreu corretamente, nas zonas rurais, onde não havia observadores, as coisas se realizaram diferentemente, como puderam constatar também alguns missionários”, dizem as fontes locais da Fides.<br />“Os dois partidos da oposição afirmaram não aceitar os resultados. O líder da Resistência Nacional Moçambicana , Afonso Dhlakama, lançou a proposta de um governo de unidade nacional. Os ex-guerrilheiros da RENAMO estão na frente em Nampula e Beira, as duas principais cidades de Moçambique depois da capital”, Maputo”<br />Segundo fontes da Fides, “de 11 milhões de inscritos nas listas eleitorais, cerca de metade foi votar. Parece difícil concordar com os jornalistas locais, que falam de ‘maciça participação’ nas eleições. “É certamente positivo o fato que, à parte alguns incidentes no norte, as eleições se deram num clima pacífico. Esperamos que a fase pós-eleitoral seja igualmente pacífica”, concluem as nossas fontes. <br />Desde 2012 se registram incidentes entre a RENAMO e o governo, que criaram uma situação de paralisação, desbloqueada somente em setembro com um acordo que abriu o caminho para as eleições. Mon, 20 Oct 2014 00:00:00 +0200