AMÉRICA/PARAGUAI - Aniversário da independência: reiterada a necessidade de reformar a Constituição

Quarta, 17 Maio 2017 política   igrejas locais   violência   conferências episcopais  

Aniversário da independência: reiterada a necessidade de reformar a Constituição

Assunção (Agência Fides) - “Na presença do presidente Horacio Cartes, de ministros, juízes da Corte Suprema, parlamentares e chefes militares, o Arcebispo de Assunção, Dom Edmundo Valenzuela, celebrou na Catedral, em 15 de maio, a Missa e o Te Deum de ação de graças pelos 206 anos de independência do Paraguai.
Durante a celebração, foi lida a mensagem do Santo Padre, que deseja a este país o "progresso espiritual". O Arcebispo, em nome da Igreja Católica local, reiterou a necessidade de reformar a Constituição: "Preparemos com o tempo necessário a participação dos cidadãos, em especial das Universidades, para uma possível reforma constitucional". A reforma da Constituição deve garantir "a identidade do Paraguai, com os seus valores culturais e o equilíbrio dos três poderes, sem a ditadura de nenhum deles", destacou.
A Igreja Católica participou ativamente da pacificação do povo do Paraguai nos últimos eventos de forte confronto político pouco tempo atrás (veja Fides 6/04/2017). Violentos protestos populares foram registrados contra a reforma constitucional que abriria o caminho para a reeleição do atual Presidente, Horacio Cartes (veja Fides 29/03/2017). Pouco tempo depois, o próprio Cartes propôs encontrar vários grupos institucionais para resolver a situação, entre os quais os Bispos (veja Fides 04/04/2017). A posição da Igreja a propósito da reforma constitucional sempre foi a de abandonar o projeto se não houver antes um diálogo e o consenso popular (veja Fides 6/04/2017).
(CE) (Agência Fides, 17/05/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network