ÁSIA/IRAQUE - As famílias cristãs estão voltando a Mossul

Segunda, 13 Fevereiro 2017 guerras   jihadistas   oriente médio   igrejas orientais  

aina.org

Mossul (Agência Fides) - Nos bairros situados no leste de Mossul, libertados recentemente pelo Exército iraquiano das milícias do autoproclamado Estado Islâmico (Daesh), começam a retornar as primeiras famílias cristãs. Conforme relatado pelo site de ankawa.com, pelo menos três famílias armênias já regressaram às suas casas, em áreas urbanas recentemente tiradas dos jihadistas, não obstante a situação de insegurança geral que continua pesando sobre toda a cidade. Nos últimos dias, as áreas urbanas que estavam sob o controle dos jihadistas também foram palco de atentados suicidas, que causaram pelo menos 9 civis mortos.
Os jihadistas de Daesh conquistaram Mosul em 9 de junho de 2014. Nas semanas sucessivas, todos os cristãos presentes na cidade abandonaram as próprias casas – muitas das quais imediatamente expropriadas pelos jihadistas -, buscando refúgio como deslocados primeiramente nos vilarejos da Planície de Nínive ou em Kirkuk, e depois sobretudo em Irbil e nos vilarejos do Curdistão iraquiano. Os últimos 10 cristãos idosos, resgatados dos vilarejos da Planície de Nínive e transferidos a Mosul na segunda metade de 2014, foram expulsos pelos milicianos jihadistas em 7 de janeiro de 2015, depois que se recusaram a renegar a própria fé. O grupo de idosos – alguns dos quais com graves problemas de saúde – foi acolhido em Kirkuk depois de passar dois dias no frio na “terra de ninguém” entre os vilarejos ocupados pelas milícias do Estado Islâmico e na área sob controle dos Peshmerga curdos. (GV) (Agência Fides 13/2/2017).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network