ÁSIA/IRAQUE - Forneciam documentos falsos a quem vendia ilegalmente as propriedades dos cristãos: detidos dois funcionários de Bagdá

Quarta, 17 Maio 2017 igrejas orientais   sectarismos   minorias religiosas  

Ankawa.com

Bagdá (Agência Fides) - A Corte Penal de Karrada, distrito de Bagdá, confirmou em 16 de maio os mandatos de prisão contra dois funcionários corruptos que forneciam a impostores e grupos organizados fraudulentos documentos falsos de propriedades para permitir a seus cúmplices de vender casas de iraquianos cristãos emigrados no exterior e embolsar o dinheiro obtido com a venda. As investigações conduzidas contra os funcionários – de acordo com o processo – levaram ao sequestro de 160 documentos falsos de propriedades já encaminhadas para novas fraudes contra cristãos expatriados.
Inúmeras famílias cristãs abandonaram Bagdá para fugir do caos, da instabilidade e da violência que reinam no Iraque desde os tempos do último ataque militar guiado pelos Estados Unidos.
Entre as dezenas de milhares de cristãos que abandonaram o país nos últimos anos, muitos não tinham vendido as casas e os bens imobiliários, com a esperança de regressarem ao país num período mais tranquilo. Nos últimos anos, muitos descobriram que durante sua ausência as propriedades foram vendidas e os novos donos em muitas situações possuem documentos falsos de propriedade que impossibilitam a recuperação dos bens por vias legais por parte dos legítimos proprietários. (GV) (Agência Fides 17/5/2017).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network