AMÉRICA - Observatório Sociopastoral do CELAM para construir a “geopolítica da esperança”

Terça, 16 Maio 2017 pastoral   política   geopolítica   evangelização   conferências episcopais  

Observatório Sociopastoral do CELAM para construir a “geopolítica da esperança”

Bogotá (Agência Fides) – Uma das finalidades da XXXVI Assembleia Ordinária do Conselho Episcopal Latino-americano (CELAM), que acaba de se concluir em San Salvador (veja Fides 13/05/2017), foi efetuar uma avaliação do trabalho realizado até agora por vários setores pastorais do CELAM. Entre estes, está Observatório Sociopastoral da América Latina. De acordo com vidanuevadigital.com, o Plano Global do CELAM para o quadriênio em andamento (2015-2019) tem entre as prioridades “reforçar o Observatório do CELAM, para administrar de modo orgânico o trabalho dos centros de pesquisa e dos observadores no continente".
Analisando o trabalho feito nesta direção, foi relevado o lançamento do novo site do Observatório, em dezembro passado, e a primeira reunião dos Observadores e dos centros de pesquisa na América Latina e no Caribe, de 20 a 22 de abril, organizada pela Escola Social do CELAM, responsável pelo Observatório. . A finalidade da reunião era conhecer o trabalho que cada um desenvolve e caminhar rumo a uma configuração continental comum. Foram 15 organizações, entre Observadores e centros de pesquisa de 10 países do continente (Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, México, Paraguai, Peru, República Dominicana e Uruguai), além do Vaticano, que acolheram favoravelmente a iniciativa da Escola Social.
"Centralizamos a nossa missão naquilo que chamamos como método profético de análise da realidade, que compreende duas dimensões – disse numa longa entrevista a uruguaia Susana Nuin, diretora do Observatório -. Em primeiro lugar, a necessidade de observar a realidade de várias perspectivas de análise, assumindo um compromisso pela nossa gente e denunciando as injustiças e tudo aquilo que leva à 'cultura da morte'. Em segundo lugar, tentamos estar atentos aonde Deus está se manifestando na história…pois queremos ajudar a construir a 'geopolítica da esperança' no continente".
(CE) (Agência Fides, 16/05/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network