ÁFRICA/ETIÓPIA - Rumo ao primeiro corredor humanitário da África

Quinta, 20 Abril 2017 migrantes  

Unhcr

Adis-Abeba (Agência Fides) - Nestes dias, realiza-se em Adis-Abeba uma missão operacional conjunta entre a Caritas Italiana e a Comunidade de Santo Egídio para abrir o primeiro corredor humanitário da África, segundo o protocolo assinado, em Roma, em 12 de janeiro de 2017. O acordo com o Estado italiano, promovido pela Conferência Episcopal Italiana, que age através da Caritas italiana e a Fundação Migrantes, e da Comunidade de Santo Egídio, é financiado com fundos da CEI 8x1000 e prevê a transferência de campos etíopes de 500 deslocados eritreus, somalis e sul-sudaneses em dois anos.
Segundo o comunicado enviado à Agência Fides pela Conferência Episcopal Italiana, o vice-ministro do exterior etíope, a senhora Hirut Zemene, encontrando a delegação italiana sublinhou a generosidade desta operação humanitária em prol das pessoas carentes e a relevância do compromisso da Itália e sua sociedade civil para com os migrantes neste período particularmente complexo. Grande satisfação foi expressa pelo arcebispo metropolita de Adis-Abeba e Presidente da Conferência Epicopal da Etiópia e Eritreia, Cardeal Berhaneyesus Souraphiel e pela Caritas Etiópia.
As agências da ONU engajadas com os refugiados ofereceram total colaboração, como a ARRA, Agência de Estado que se ocupa dos mais de 850.000 refugiados presentes na Etiópia. A missão prossegue nestes dias com uma primeira vistoria nos campos de Tigrai, no confim com a Eritreia, facilitada pela ONG Gandhi Charity. (SL) (Agência Fides 20/04/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network